Jogadora se recusa a prestar homenagem a Maradona

Jogadora se recusa a prestar homenagem a Maradona

Durante a rodada do último final de semana, diversas homenagens foram dadas a Diego Maradona, o qual veio a óbito na última quarta-feira, aos 60 anos, depois de ter sofrido uma parada cardiorrespiratória.

Contudo, uma jogadora negou entrar nesta onda de homenagens: Paula Dapena, de 24 anos de idade e jogadora do Viajes Interrías, time que briga pela segunda divisão do Campeonato Espanhol Feminino.

Antes de terem sofrido de 10 a 0 para o Deportivo La Coruña, os dois times ficaram em um minuto de silêncio pelo falecido.

Apesar disso, a jogadora não teve o desejo de entrar nessa e ficou sentada no gramado no sentido oposto à homenagem.


“Há poucos dias lutamos contra a violência de gênero e esses gestos não foram feitos. Não guardaram minuto de silêncio para as vítimas, e não estou disposta a fazer para um agressor.”

A jogadora declarou, vale lembrar, que esteve sabendo da homenagem somente quando já se encontrava em campo e que, embora ninguém tenha acompanhado seu gesto, ganhou o apoio de colegas e do treinador do outro time.

“Não se pode perdoá-lo por todas as atrocidades que cometeu fora de campo.”

“Para ser jogadora, tenho que ser a primeira pessoa com valores além das habilidades que ele tinha, que sabemos serem qualidades e dons espetaculares no futebol”, afirmou a atleta.

Depois da partida, a atitude gerou uma onda de reações nas redes sociais. Paula ganhou várias mensagens de apoio, porém também críticas e até ameaças de morte.

A discussão sobre Maradona

No ano de 2014, Maradona recebeu a acusação de ter agredido sua então namorada, Rocio Oliva.

Naquele período, o sobrinho do ex-atleta, Chino Maradona, divulgou um vídeo nas redes sociais acerca da agressão que ocorreu num hotel de Buenos Aires.

No vídeo, Maradona surge assistindo TV, levanta e vai até Rocio cambaleando. Assim que chegou perto dela, os dois iniciam uma discussão rápida e então o ex-jogador a agride.

De acordo com o site Primicias Ya, a mulher afirmou a seguinte frase na gravação: “Você quer saber o que tenho gravado, agora vai ver.”

“Agora, corto e te mando para que veja o que tenho, não me incomode mais”. Após a divulgação, Maradona se pronunciou e disse que iria acionar a Justiça.

Fonte: Jovem Pan

Carlos Alexandre

Carlos Alexandre

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *